O que é UX Design e Para que serve?

Tempo de leitura: 11 minutos

Você sabe o que é UX Design? Se não sabe, com certeza já deve ter ouvido falar sobre UX Design, ou User Experience Design, que é nada mais nada menos do que Design da Experiência do Usuário.

Com o cenário tecnológico que temos hoje, com interfaces digitais dominando cada vez mais os novos aspectos de nosso dia a dia, cresce também a busca por profissionais especializados em UX Design.

Profissionais esses que irão garantir que esses produtos sejam, acima de tudo, fáceis, simples e agradáveis de usar.

Em um mercado que está cada vez mais competitivo, se destacam os produtos e empresas que colocam o usuário no centro de todo o processo de Design, procurando envolve-los desde as etapas estratégicas até as etapas de desenvolvimentos e testes.

Iremos detalhar agora o que é UX Design e o que ele faz. Preparado?

O que iremos aprender nesse artigo?

// O que é User eXperience

// O que é UX Design

// O que um UX Designer faz?

// Desenvolvedores também são UX designers

Gostou do que está por vir? Então vamos aprender né, pois esse conteúdo está sensacional.

O que é User eXperience

o que é user experience

A sigla UX (User eXperience) tem um certo estrangeirismo envolvido, e que acaba deixando o termo até mais elegante, porém o significado é bem mais simples do que parece, ou seja, podemos chamar também de Experiência do Usuário ou Experiência de quem usa, mas vamos confessar, User Experience é bem mais interessante não é mesmo?

Com o passar do tempo nos tornamos usuários de uma porção de coisas, como por exemplo o alarme do celular que nos acorda pela manhã, o ar-condicionado do carro, o Facebook, o caixa eletrônico, a garrafa de água que você guarda na geladeira.

Ou seja, desde objetos comuns a produtos digitais, que são usados por pessoas como eu e você e que são desenvolvidos para cumprir uma determinada função acabam gerando a experiência do usuário, compreende?

Pois todas as vezes que você utiliza qualquer um desses objetos você tem algum tipo de experiência.

Você lembra quando solicitou ao caixa eletrônico para sacar um valor em dinheiro e ele começou a demorar mais do que o esperado?

Deu aquele nervosismo,  e você começou a pensar em uma serie de possibilidades do que poderia estar acontecendo, se o dinheiro não sai, você precisa chamar alguém responsável para resolver o problema, sem falar que se for a noite é uma dor de cabeça a mais, pois os funcionários do banco estão em casa, então só de pensar em algo assim já ficamos tensos, e acaba causando uma péssima experiencia em nós que somos usuários do serviço.

Experiência do usuário existe desde que o mundo existe.

Ou melhor falando, desde que as pessoas passaram a “usar” objetos e ferramentas para realizar determinadas tarefas.

Logo surgiram os produtos digitais. Websites, apps de celular, tablets, Tvs digitais, videogames, caixas eletrônicos.

Mas o princípio, independente da ferramente ou interface digital continua o mesmo, a experiência de quando se usa um site, por exemplo, pode tanto ser positiva como negativa, dependendo do fluxo ocorrido dentro dele.

Geralmente, a experiência é positiva quando você consegue realizar as tarefas sem demora, frustração ou sem encontrar dificuldades no meio do caminho.

Essa tarefa pode tanto ser funcional (entrar no internet banking para pagar uma conta) ou emocional (entrar em uma rede social para saber o que seus amigos estão aprontando 😀 ).

Os diferentes tipos de experiência

No entanto, cada pessoa tem uma experiência diferente ao utilizar um caixa eletrônico, por exemplo:

Essa experiência é influenciada por fatores humanos (sua habilidade ao utilizar caixas eletrônicos, sua visão, sua habilidade motora, sua capacidade de ler e entender o que está escrito na tela, o seu humor naquele momento etc.)

E por fatores externos (o horário, o ambiente onde está o caixa eletrônico, o fato de ter ou não uma fila etc.)

Mas apesar de essas experiências serem subjetivas, elas são projetadas por alguém.

Alguém pensou e desenhou a interface digital tanto do caixa eletrônico como do aparelho que você está utilizando agora para ler este artigo, tudo isso para você não precisar de uma interface humana.

É o que nós chamamos de “interação homem-máquina”, um campo de estudos gigante que mobiliza e motiva profissionais de todas as partes do mundo.

“A maioria das pessoas acredita que User Experience é somente encontrar a melhor solução para os seus usuários – mas não é. UX se trata sobre definir o problema que precisa ser resolvido (o porquê), definir para quem esse problema precisa ser resolvido (o quem), e definir o caminho que deve ser percorrido para resolvê-lo (o como).” Whitney Hess

O que é UX Design

Uma forma bem interessante de ilustrar o que é User Experience Design vem de Stephen Anderson, autor do livro  Seductive Interaction Design.

ux design psicologia e usabilidade

Ux designers trabalham para desenvolver produtos que sejam fáceis de usar (o que chamamos de usabilidade), buscando reduzir a fricção e permitindo que usuários completem a tarefa desejada no menor tempo possível, e quanto menos obstáculos melhor.

Ao mesmo tempo, utilizam-se dos princípios da psicologia para incentivar o usuário a seguir adiante.

Provavelmente você já deve ter tido a experiência de ficar horas e horas jogando o mesmo jogo, seja no videogame, no pc ou no celular.

Os jogos trazem uma experiência de equilíbrio muito interessante entre esses dois aspectos.

Tanto que nas primeiras fases de um jogo você percebe que elas são bem simples, que é para fazer o usuário se engajar com o jogo: a mecânica e os controles do jogo são explicados (usabilidade) e várias técnicas motivacionais são utilizadas para fazer com que o jogador se sinta confiante em suas próprias habilidades (psicologia).

A mesma regra se mostra valida para os projetos que você trabalha, sejam eles jogos, websites, serviços digitais, sites e-commerce etc.

Como fazer o usuário completar as tarefas sem dificuldades?

Como criar uma interface que seja realmente fácil e simples de utilizar?

Como você pode manter o usuário motivado para continuar seguindo os passos dados, passando mais tempo usando o seu produto e assim possa falar bem para os amigos sobre o seu produto?

O que um UX Designer Faz?

O que um Ux designer faz

Com certeza se você trabalha com tecnologias, deve conhecer ou já deve ter esbarrado com um UX Designer em algum lugar.

Apesar do nome da profissão conter a palavra designer, esses profissionais não necessariamente utilizam o Photoshop ou o Illustrator para criar a aparência final do produto que será visto e utilizado pelas pessoas.

Como ele é um projetista da experiência do usuário, o mais importante para os UX designers é definir como as pessoas irão interagir com o produto, quais tarefas conseguirão realizar dentro dele, qual a ordem na qual as telas serão apresentas e assim por diante.

Os UX designers começaram a surgir nesses ambientes como arquitetos de informação, sendo essencialmente responsáveis por organizar o conteúdo de um site dentro do menu e desenhar caixinhas cinzas que representam como uma interface irá funcionar (o que chamamos de wireframes).

Mas à medida que o ecossistema digital das marcas foi se tornando mais complexo para caber em menus, esses mesmos sujeitos acabaram assumindo um papel um pouco mais estratégico no processo criativo.

Hoje, varias empresas já colocam o UX designer fazendo o meio de campo entre o pensamento estratégico (planejar o produto) e o pensamento prático (desenhar o produto), ajudando a definir como as ideias irão tomar forma.

No seu dia a dia, o UX designer trabalha com o objetivo de desenhar a estrutura desses produtos digitais.

Mas, não é ele quem fica responsável pela identidade visual do produto, geralmente, isso fica a cargo de um profissional especializado em Direção de Arte.

Em vez de decidir se o botão será vermelho ou preto, quadrado ou redondo, o papel do UX designer é definir questões mais estratégicas sobre tal botão, como por exemplo:

  • Por que precisamos de um botão?
  • Qual a importância dele no contexto ou página onde aparece?
  • Ao clicar no botão, para onde o usuário será levado?
  • O que o texto do botão deve falar para o usuário?
  • O botão estará sempre funcionando? ou ele só funcionará quando o usuário preencher os campos obrigatórios do formulário?
  • Todos os usuários, logados ou não, veem o mesmo botão?
  • O tamanho do botão está adequado para ser clicado tanto com o ponteiro do mouse quanto por um dendo humano em um celular ou tablet com uma interface touch?
  • E por ai vai..

Certo que são perguntas feitas por um UX designer, no entanto, algumas dessas decisões não são tomadas exclusivamente por ele, algumas delas são feitas em conjunto com o desenvolvedor, com o diretor de arte, com o gerente de projetos e outros profissionais que também estão envolvidos na criação do produto.

Desenvolvedores também são UX designers

Desenvolvedores também são UX designers

Antigamente havia muitos atritos entre designers (não só UX) e os desenvolvedores enquanto elaboravam o projeto.

Os designers brigando pela perfeição dos pixels, que por falta de competência do desenvolvedor não tinham ficado iguais ao Photoshop na hora de transformar a interface em HTML.

Já do outro lado, os desenvolvedores reclamando do excesso de criatividade dos designers na hora de bolar layouts que pudessem ser replicados para a linguagem do produto final.

Mas ainda bem que os tempos mudaram.

A linguagem visual das interfaces digitais amadureceram bastante nesses últimos anos, além de ficar mais sóbria, ganhou mais foco em permitir que o usuário faça tarefas com facilidade.

Com o surgimento do Design Responsivo e a necessidade de criar layouts fluidos que se adaptem nas múltiplas resoluções de tela também fizeram com que as equipes aos poucos se desapegassem do excesso de grafismos e da precisão dos pixels, que passou a ser alcançável apenas dentro do fantástico mundo do photoshop.

Por outro lado, os desenvolvedores passaram a se preocupar mais com a experiência do usuário e a aceitar as sugestões dos designers que focassem em melhorar a usabilidade do produto.

Houve a compreensão do desenvolvedor de que o designer não estava lá só para tornar as coisas mais difíceis para ele.

Essa aproximação é fantástica, e sempre quem sai ganhando é o usuário final.

Conclusão sobre o que é Ux Design

conclusão de ux design

Aprendeu o que é Ux Design? Antes do design vem o UX que é a  Experiência do usuário, que é algo de suma importância se você deseja ter pessoas interessadas e engajadas com o seu produto.

E com certeza se essa experiência for positiva, ela irá fazer a pessoa querer mais e mais, e não só isso, mas o usuário passa a recomendar para que outras pessoas venham a ter a mesma experiência que ela teve.

Já teve experiências frustrantes? E experiências encantadoras? Compartilhe conosco nos comentários, e deixa a sua sugestão ou opinião sobre UX design, com certeza será de grande valor para nós.

Ahh, fique atento no blog, no e-mail, pois em breve estaremos publicando mais artigos como este nos aprofundando mais no assunto, para explicar todo o processo com mais detalhes. E dai te avisamos blz?

Até mais developers.