Como Criar História para Jogos?

Tempo de leitura: 5 minutos

Olá, tudo bem?
Hoje temos mais um artigo especial para você que já está imerso no universo do desenvolvimento de games ou que deseja ingressar nesta carreira.

Seja um game ou qualquer outro projeto que tenha como propósito ser um sucesso, é necessário seguir um roteiro, ou seja, um processo que irá assegurar que todas as etapas indispensáveis para a execução do game sejam feitas.

Quando não valorizamos o roteiro, estamos correndo um sério perigo de ter um jogo prejudicado em vários aspectos, pois são muitos os detalhes que devem ser observados em seu desenvolvimento.

Por isso, fica comigo neste artigo pois hoje iremos aprender sobre:

// Defina o Público-alvo

// Crie conceitos sólidos

// Aprenda técnicas clássicas para contar histórias

// Estabeleça o ritmo

// Cuidado com clichês

// Desfecho da história

// Melhoria continua

Defina o Público-Alvo

Defina o Público-Alvo

Escolher o público-alvo do seu jogo é, de fato, ter que descobrir quais serão as pessoas que jogarão o seu game.

Conforme sabemos, cada jogo é desenvolvido para uma faixa etária específica e para personalidades diferentes de pessoas. Devemos evidenciar que essa etapa do roteiro de games é muito importante para assegurar que, a longo prazo, o jogo produza o resultado que se espera, que são as vendas.

Crie conceitos sólidos

crie conceitos solidos

Um conceito ruim é uma das coisas que podem arruinar o jogo desde cedo. Portanto, é importante elaborar bem o conceito antes de desenvolver o restante do jogo. Pense bem no seu conceito e certifique-se de que ele seja complexo o bastante para gerar personagens, mundos e gameplays ricos.

Integre a história do jogo ao gameplay

“Na indústria dos games, os jogos mais belos e divertidos são aqueles em que a história está integrada à maneira de jogar.” – Dan Klein, professor de storytelling e gamedesign

Aprenda técnicas clássicas para contar histórias

Os melhores jogos utilizam técnicas clássicas para contar suas histórias. Você pode estudá-las e ver se elas podem ajudá-lo a desenvolver o seu jogo.

  • As estruturas em atos geralmente são utilizadas em filmes, livros e peças para ajudar a determinar o ritmo da trama. Procure essas estruturas caso esteja incerto quanto ao seu ritmo.
  • O Monomito e a Jornada do Herói apresentam filosofias comuns para se contar histórias, mostrando que a maioria das narrativas se conformam a um padrão geral. Você pode adentrar nesse padrão para ajudá-lo a brincar com a psicologia humana inerente. Journey é um dos melhores exemplos do uso do monomito em jogos, porém isso pode ser encontrado na maior parte deles.

Estabeleça o ritmo

estabeleça o ritmo

Nada mais é do que a velocidade e a intensidade com que a trama do jogo acontece.

Como um bom filme, você deseja que o ritmo jogo seja estável. Você não deseja iniciar com grande intensidade, por exemplo, e fazer com que o resto do jogo se pareça chato quando comparado com o início dele.

Normalmente o ritmo mais interessante é aquele que gradativamente vai subindo até chegar a um clímax intenso. O ritmo deve ter momentos altos e momentos de descanso.

Cuidado com clichês

cuidado com os cliches

Clichê se refere a uma ação ou ideia repetitiva, sem originalidade, ou seja, algo que já é batido. Algo clichê é algo bastante comum, e ainda se repete no decorrer do tempo, onde não existe originalidade ou criatividade.

Existe uma tradição considerada bastante clichê, que é o caso do vestido branco para o casamento.

Alguns clichês são melhores que outros e alguns podem ser úteis. Porém, você deve evita-los aos máximo. Passe um tempo pesquisando sobre clichês para descobrir se você está desenvolvendo um deles.

Desfecho da história

desfecho da história

É crucial para o seu game saber qual será o desfecho dele, afinal de contas, qualquer história precisa de um final que faça sentido com o que foi apresentado no seu desenvolvimento.

Assim, o desfecho é parte fundamental no roteiro do seu jogo, se você estiver trabalhando em equipe, o comando principal deve ser dado pelo diretor do jogo, ele que será o responsável por dar início ao game e também por finalizá-lo.

Melhoria continua

melhoria continua

Embora o jogo tenha um ótimo roteiro, pode não sair conforme o esperado. Por esse motivo é preciso incluir no roteiro um plano de ação para corrigir possíveis falhas, sejam elas de programação, designer, gráficos, etc.

Agora que você aprendeu como criar historia para Jogos, é necessário ter em mente que por mais organizado que seja esse roteiro, somente o público-alvo irá dizer se tudo ocorreu da forma correta e se o resultado foi conforme o desejado.

Conclusão de como criar história para Jogos?

conclusao de como criar historia para jogos

Gostou de aprender como criar história para Jogos? Tens alguma dúvida que gostaria de tirar conosco? Deixe nos comentários.

E agora quero te apresentar ao Treinamento completo de Desenvolvimento de Games, que já mudou a vida de milhares de pessoas em todo nosso país!

Você irá desenvolver projetos reais junto comigo no Curso de Desenvolvimento de Games. Nele você aprenderá desde o básico até desenvolver os games mais incríveis e cobiçados do mercado. Deseja saber mais? Clique no link abaixo e ao invés de ser só um jogador torne-se um criador.

>> Conheça o Treinamento mais completo do Brasil que irá fazer de você um Desenvolvedor de Game Profissional <<

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *