Técnicas de SEO Para Atrair o Cliente Ideal Para o seu Negócio

Tempo de leitura: 16 minutos

Tem ou deseja ter um negócio? Quer ser encontrado quando pesquisarem por seus produtos e serviços? O Google é o local exato para você ser encontrado! E com as técnicas de SEO que vamos te ensinar, você será capaz de atrair os clientes ideais para o seu negócio!

Se você tem ou deseja ter um negócio, ele irá precisar de pessoas consumindo o que você oferece para que venha a dar certo, caso contrário você estará fadado ao fracasso.

E é ai que entram as Técnicas de SEO, que são utilizadas para posicionar o seu negócio nos mecanismos de pesquisas e você ser encontrado quando fizerem alguma pesquisa relacionada ao que você oferece.

Ter um negócio bem posicionado no Google irá fazer com que você tenha mais tráfego, ou seja, mais pessoas visitando o seu negócio, visualizando seus produtos, ou se deslocando até o seu estabelecimento físico, e consequentemente adquirindo o que você está oferecendo.

Esperamos que você já tenha algo na internet para poder aplicar as técnicas que vamos lhe passar aqui. Mas caso não tenha, não se preocupe! Esse artigo ficará disponível para que você possa em outro momento aplicar tudo que vamos ensinar aqui.

O que iremos aprender nesse artigo?

// O que é SEO

// Fatores de Rankeamento para chegar ao Topo do Google

// 1. Melhore seus títulos e descrições

// 2. Atualize e republique postagens mais antigas

// 3. Faça um acompanhamento no seu site

// 4. Instale o Certificado SSL

// 5. Otimize todas as suas imagens

// 6. Faça linkagem para Sites Relevantes e de Autoridade

// 7. Publique sempre conteúdo atualizado e de alta qualidade

// 8. Deixe o seu site Mobile Friendly

// 9. Aumente a velocidade do seu site

O que é SEO

o que é seo

O termo “SEO” significa Search Engine Optimization, que traduzindo para nossa língua significa otimização de sites para mecanismos de busca. Se trata de uma diversidade de técnicas que visam tornar o conteúdo do seu site visível nos mecanismos de busca como o Google, aumentando o tráfego do site, gerando mais e mais autoridade.

Você sabia que mais de 90% das experiências que acontecem na internet se iniciam com uma pesquisa?

Ou seja, ter o seu site na primeira página do Google entre as 5 primeiras posições nos resultados dos mecanismos de busca pode ser um fator primordial entre crescer ou estagnar o seu negócio!

Digo isso pelo fato de que os 5 primeiros resultados do Google receberem 67% de todos os cliques, e você saberá o porquê do SEO ser tão importante.

Mas de fato o que é SEO?

De acordo com o Wikipedia, esse é o significado de SEO: “conjunto de estratégias com o objetivo de potencializar e melhorar o posicionamento de um site nas páginas de resultados naturais (orgânicos) nos sites de busca gerando conversões, sejam elas, um lead, uma compra, um envio de formulário, agendamento de consulta e outros.“

O processo de SEO envolve três agentes:

1 – Você, realizando a otimização do site.
2 – Os mecanismos de pesquisa, sendo o Google 90% das vezes.
3 – O usuário, fazendo a pesquisa do produto/serviço.

Portanto, para utilizar as técnicas de SEO temos que ter em mente estes dois públicos: o usuário e o Google. 

Fazer um trabalho de SEO pensando somente no Google é o mesmo que dar um tiro no pé.

Por que isso acontece?  Porque o Google sempre vai dar preferência pelos resultados que melhor satisfaça à necessidade do usuário.

Se pensarmos dessa forma, colocando o usuário em primeiro lugar, com certeza conseguiremos ranquear nas primeiras posições.

Funciona da seguinte forma: Você possui um artigo sobre como fazer tortas de frango, você quer que o Google lhe apresente como um dos melhores resultados para todos aqueles que buscarem pelo termo “torta de frango”.

SEO é a magia que você deve estruturar para convencer o Google a colocar seu artigo como um dos melhores resultados sempre que alguém fizer alguma busca por “torta de frango”.

Fatores de Rankeamento para chegar ao Topo do Google

fatores de rankeamento

Existem duas categorias de SEO que você não pode ignorar jamais: SEO on-page e SEO off-page.

O SEO on-page se trata de todos os fatores de SEO do Google que são determinados olhando diretamente para a página que você quer otimizar, como links, títulos, conteúdo, velocidade e a estrutura da página.

O SEO off-page se trata de todas as variáveis de SEO que o Google olha, mas que não estão exclusivamente no nosso controle, pois dependem de outros sites, rede sociais e blogs no seu ramo.

Eles são diferentes, mas não é uma opção trabalhar um e não o outro: você precisa otimizar os dois para ter sucesso nos ranks do Google.

E agora vamos te passar algumas Técnicas de SEO tanto para SEO on page como Para Off Page para você realmente ter resultados.

1. Melhore seus títulos e descrições

Melhore seus títulos e descrições

Fazendo isso com certeza você irá aumentar seu CTR, que é a taxa de clique no seu artigo.

SEO não é apenas sobre sua classificação!

Vamos pensar que você esteja em primeiro lugar para uma palavra-chave com milhares de buscas mensais. Você não irá conseguir tráfego a não ser que as pessoas cliquem de fato na sua página nos resultados da pesquisa.

É por isso que a primeira dica que trago para você é de que é muito importante otimizar os cliques. Mas como?

Duas coisas principais afetam sua taxa de cliques ( CTR ):

  1. Tag do título
  2. Meta Descrição

Estas são as duas tags HTML que aparecem nos resultados da pesquisa …

tags HTML

 

 

 

Um exemplo de como o meta-title e a descrição aparecem nos resultados de pesquisa do Google.

… É tudo que você precisa para ganhar mais cliques.

Então faça o possível para torná-lo o mais atraente possível:

  • Inclua palavras de “poder”;
  • Torne seu USP claro; (Proposta Única de Venda)
  • Mostre um benefício claro;
  • Alinhando sempre com a intenção de busca do usuário;

Às vezes as pessoas simplesmente não vão clicar no seu site nos resultados de busca, e aí está a oportunidade!

  1. Encontre as palavras-chaves para as quais você se classifica na primeira página do Google
  2. Procure por aquelas que têm uma taxa de clique baixa
  3. Melhore as title-tags e as descrições das páginas.

Ferramentas como o próprio Google Search Console irão te ajudar a captar todas estas informações.

2. Atualize e republique postagens mais antigas

Atualize e republique postagens mais antigas

Primeiro analise se vale a pena atualizar o conteúdo.

Atualizar um conteúdo do seu blog não é simplesmente modificar a data dele ou criar alguns parágrafos.

Dificilmente isso vai funcionar, pois é algo tão pequeno que não deverá surtir tanto efeito na sua estratégia de otimização.

Se você já tem conteúdo em seu website que segmenta uma palavra-chave específica, não comece a escrever outro artigo sobre o mesmo assunto.

Você entrará na canibalização de palavras-chave, que é o que acontece quando várias páginas começam disputar pela mesma palavra-chave (e provavelmente nenhuma delas irá rankear).

Simplesmente melhore o artigo existente adicionando novo conteúdo a ele.

Sempre que você descobrir algo novo relacionado a um artigo que você já tem em seu site, certifique-se de anotá-lo. Você pode atualizar seu artigo periodicamente para mantê-lo sempre atualizado.

Você também pode adicionar itens como “Atualizado dd / mm / aaaa” para informar os usuários de que as informações não estão desatualizadas.

3. Faça um acompanhamento no seu site

Faça um acompanhamento no seu site

Rastrear o seu site é de extrema importância. Se você não acompanhar seu posicionamento e os acessos que ele tem, dificilmente conseguirá identificar problemas com seu site.

Quais páginas os usuários entram e logo saem rapidamente? Você sabe que pode melhorar, especialmente se o volume de pesquisa para elas for alto.

Além disso, se você não observar de forma detalhada seu tráfego de pesquisa orgânica, não saberá se está fazendo algum avanço em suas estratégias e pior, não saberá se os mecanismos de busca o penalizam ou se sua classificação teve uma queda.

Você pode usar o Google Search Console e o Google Analytics para monitorar seu tráfego de pesquisa orgânica e problemas com suas páginas, eles são bastante fáceis de instalar, desde que você tenha acesso ao seu servidor. Você pode até mesmo instalá-los através de um plug-in para o seu CMS.

Recomendo você utilizar o Google Tag Manager para implementar todos os códigos de rastreamento. Eles serão mais fáceis para você gerenciar depois.

Se você quiser ir para o próximo nível, pode tentar coisas como HotJar, que cria um mapa de calor de onde seus usuários clicam mais em uma página. No entanto, isso é muito mais difícil de entender e melhorar corretamente, portanto, é necessário alguém com mais experiência.

4. Instale o Certificado SSL

Instale o Certificado SSL

Desde 2014 o SSL tornou-se um fator de classificação. Se você está se perguntando o porquê, a resposta é bem simples: segurança!

O cibercrime tem aumentado de forma absurda e cada vez mais os usuários estão compartilhando dados confidenciais na web.

Instalar um SSL deve ser bem fácil. Na maioria das vezes, o seu próprio provedor de hospedagem pode ajudá-lo a fazer essa implementação.

No entanto, existe uma solução mais simples e o melhor de tudo, sem custo algum para o seu bolso, é o : CloudFlare.

Você simplesmente tem que mudar os servernames do seu domínio para apontar para CloudFlare e, em seguida, CloudFlare irá atuar como um filtro, bloqueando o spam e IPs ruins de chegar ao seu servidor.

5. Otimize todas as suas imagens

Otimize todas as suas imagens

Imagens ocupam um enorme espaço físico em seu servidor, isso também significa que elas ocupam mais espaço físico no dispositivo do usuário, e que levarão mais tempo para carregar.

Os tempos de carregamento lento têm um grande impacto nas suas conversões e as imagens demoram mais tempo a carregar.

Por isso a necessidade de compactar suas imagens, algo que não gera redução do tamanho ou qualidade.

Plugins como o Smush para WordPress ou ferramentas de compactação de imagens como o ShortPixel que possuem APIs.

Você também pode compactar suas imagens fazendo upload delas para o TinyPNG . Se você não conseguir conectar uma ferramenta, basta fazer o download de lotes de imagens (se não tiver milhares) compactá-las e, em seguida, reenviá-las para o seu servidor.

E claro, você tem o tamanho na tela. Uma imagem de 2000 por 2000 pixels ocupará muito mais espaço em disco físico do que uma imagem de 500 por 500 pixels. Portanto, nunca carregue uma imagem de 2000×2000 px e diminua ela para 500×500 px utilizando CSS, pois dessa forma o navegador terá que baixar uma imagem 4 vezes maior do que o necessário.

Para fazer isso funcionar com projetos responsivos, você pode pesquisar o atributo HTML “srcset”. Você pode fazer uso dele apenas para baixar imagens específicas em tamanhos de tela específicos.

6. Faça linkagem para Sites Relevantes e de Autoridade

Faça linkagem para Sites Relevantes e de Autoridade

Sei que o melhor é que outros websites façam linkagem pra você, mas, assim como com as mídias sociais, você terá que compartilhar o conteúdo de outras pessoas para criar vínculos mais fortes.

Isso pode realmente melhorar o seu SEO, mas por quê?

Porque o funcionamento do Google é em backlinks! É assim que ele encontra um bom conteúdo e descobre qual conteúdo vale a pena classificar no topo.

É por isso que o Google incentiva os produtores de conteúdo a criar links para um ótimo conteúdo.

7. Publique sempre conteúdo atualizado e de alta qualidade

Publique sempre conteúdo atualizado e de alta qualidade

Não é segredo, e você já deve ter percebido isso: quanto mais conteúdo (qualidade) você publicar, mais tráfego você terá!

No entanto, eu ainda vejo muitos sites novos que querem resultados com SEO sem um blog ou publicando uma vez aqui outra ali.

Se você tem apenas 5 páginas que listam seus produtos, é provável que você não ultrapasse a Amazon e o Walmart em “Fraldas”, mesmo que suas fraldas sejam trocadas.

Você precisa postar artigos em seu blog de forma regular para mostrar ao Google que seu site está 1–% ativo. É também uma ótima forma de ganhar novos backlinks, já que as pessoas estarão mais propensas a compartilhar essas páginas do que suas páginas de produtos ou serviços.

Várias vezes já notei que sempre que publico novos artigos no blog, todas as páginas ganham um pequeno impulso em seus rankings, isso acontece especialmente se as páginas não estiverem na primeira página do Google.

Isso prova (pelo menos para mim) que o Google confia em sites que postam regularmente mais.

Depois de chegar à primeira página, você pode ver o que é chamado de dança do Google, onde o Google às vezes coloca sua página para ver como os usuários reagem a ela e depois usa aprendizado de máquina para descobrir se ela é boa.

Se eles gostarem, você terá uma classificação maior. Se não o fizerem e a sua taxa de rejeição for muito alta, você voltará às posições mais baixas. Os motores de busca são todos sobre a experiência do usuário nos dias de hoje.

O segredo para sempre ter novas ideias para conteúdos e postagens no seu blog é tentar responder às perguntas dos seus clientes.

Responder a perguntas também é uma ótima ideia para segmentar palavras-chave introduzidas por meio de pesquisas por voz. Se você não respondeu às perguntas de todos os seus clientes, comece imediatamente.

8. Deixe o seu site Mobile Friendly

Deixe o seu site Mobile Friendly

Isso faz parte de técnicas de SEO que não são muito fáceis de pôr em prática. Dependendo da idade do seu site, ele pode exigir uma reformulação completa ou mesmo a reconstrução a partir do zero.

No entanto, vale muito a pena! Pois o Google mudou recentemente para um primeiro processo de indexação móvel, o que significa que o Google irá classificar suas páginas dependendo de como elas são visualizadas por usuários em dispositivos móveis.

Mas calma! Tudo pode ser consertado com um CMS, como, por exemplo, o WordPress, (nosso caso) onde você simplesmente instala um tema responsivo.

No entanto, dependendo dos plugins instalados, algumas funcionalidades podem sofrer alterações. Não é realmente uma mudança simples, mas é definitivamente um excelente resultado!

9. Aumente a velocidade do seu site

Aumente a velocidade do seu site

Embora as imagens tenham um impacto grande sobre seu site, existem outros elementos que podem influenciar na velocidade de carregamento do seu site.

Na maioria das vezes, ele está relacionado a arquivos, mas outras vezes pode ser devido a conflitos no PHP ou consultas de banco de dados que demoram muito para carregar.

Para você evitar certos tipos de conflitos e carregamentos feitos em câmera lenta no seu banco de dados, você pode tentar limitar o uso de plug-ins ao mínimo.

Você tem muitos plugins e extensões desnecessárias? Elimine-os.

Você talvez ache algumas coisas até legais no seu site, mas você raramente as usa ou fornece pouco valor? Elimine imediatamente.

Você pode começar removendo o plugin de slider, por exemplo. Substitua o controle deslizante por uma imagem estática e um botão de CTA. Por quê?

Bom, acontece que sliders meio que são desnecessários! Os seus visitantes raramente clicam nessas ofertas, ocupam muito espaço e recursos e podem ser muito irritantes quando você está lendo algo e a imagem muda de forma automática.

Existem algumas outras táticas que você pode fazer para aumentar de forma significativa a velocidade do seu site que incluem ter um ótimo provedor de hospedagem e minimizar os recursos necessários para carregar uma página. Você pode usar o PageSpeed ​​Insights e o GT Metrix para monitorar esses problemas.

Alguns sites são mais fáceis de consertar do que outros. Por exemplo, um plug-in de armazenamento em cache e de minificação de arquivos como o W3 Total Cache (para WordPress) pode ser muito útil.

No entanto, tenha muito cuidado com os possíveis problemas de conflitos de CSS e JS que possam atrapalhar seu design e sua funcionalidade.

Normalmente, desabilitar a minificação corrigirá esse problema.

ATENÇÃO: Verifique o tempo de resposta do seu servidor no Page Speed ​​Insights. Se vários testes mostrarem que o tempo de resposta é maior do que 2,5 segundos, você pode considerar mudar para um provedor de hospedagem melhor.

Conclusão de Técnicas de SEO Para Atrair o Cliente Ideal

conclusao de tecnicas de seo

Gostou das técnicas de SEO que abordamos? Algumas técnicas são bem simples, porém precisam ser aplicadas para ter resultados.

Além disso tenho um super bônus para você que deseja iniciar ou alavancar o seu negócio de forma digital:

>> CLIQUE AQUI E BAIXE GRÁTIS O Guia Completo Para Iniciar No Mercado Digital!

Se você ficou com alguma dúvida, terei o prazer em responder nos comentários.

Além disso, estou curioso: qual técnica de SEO citada você já utilizou? Funcionou? Esqueci de algo importante?

Compartilhe conosco e vamos nos ajudar!

Comentários encerrados.