7 Motivos para Usar LINUX para Programar

Tempo de leitura: 5 minutos

O Linux para programar é um das melhores alternativas para programadores. O Linux é um sistema operacional assim como Mac OS e o Windows OS. Portanto, no passado era muito usado em servidores e pouco recomendado para uso pessoal.

O principal motivo para o linux no passado não ser recomendado pára uso pessoal era sua UI user interface (em português, Interface do Usuário) complicada demais.

Com o passar dos anos o sistema operacional veio ficando cada vez mais moderno e menos descomplicado para usuários comuns e hoje já pode ser encontrado em sistemas de carros, sistemas de desktop domésticos e servidores corporativos.

A cada 10 (dez) pessoas de 1000 (mil) estão usando esse sistema operacional livre de licenças e com softwares gratuitos. O Linux vem se popularizando mais e mais por ser um sistema operacional 100% gratuito.

Portanto, neste artigo vou listar 7 motivos que programadores tem para usar o Linux para programar, vem comigo que você precisa entender esses motivos na hora de escolher o seu sistema operacional para programar.

1. Segurança

Não é atoa que o sistema operacional que predomina nos servidores do mundo inteiro tenha o nível de segurança mais elevado possível.

Para fazer qualquer alteração no sistema, você precisará de acesso ou root, ou seja, acesso de administrador do sistema.

Um design com padrão alto de segurança não permitirá que invasores causem grandes danos no sistema, que constem em sua maior em privilégios de leitura e escrita.

Portanto, podemos ter uma navegação segura em sites e sistema na internet, sabendo que não vamos ser facilmente invadidos ou ter os nossos dados roubados.

2. Personalização

Existem dois níveis de personalização.

A personalização da UI a nível de usuário comum, assim como windows. Inclusive, os ambientes gráficos do Linux estão cada vez mais bonitos e modernos, os mais conhecidos são: Cinnamon, Unity, GNOME e KDE.

O segundo nível de personalização do Linux é a nível desenvolvedor, o código é aberto para qualquer pessoa criar o seu sistema operacional com o seu design usando o núcleo do Linux.

3. Melhor Interação com o Hardware

O Linux usa de maneira ideal todos os recursos do hardware. Um teste simples que qualquer um pode fazer é, instalar o Linux e o Windows na mesma máquina, o Linux terá um desempenho melhor sempre, pois é melhor construído, fazendo o hardware trabalhar com muito mais eficácia.

Dessa forma. tendo uma variedade de módulos em seu procedimento de instalação, os usuários podem escolher uma grande variedade de requisitos de hardware e permitir que a UI do Linux use da melhor maneira os recursos disponíveis. Portanto, o Linux pode ser portado para arquiteturas não Intel , como MIPS, Alpha AXP, SPARC, PowerPC e Motorola 68K, depois de selecionar uma distribuição particular do Linux.

Portanto, o Linux pode ser usado em diversas especificações de hardware por ele ter o poder de usar menos memória uma tarefa da CPU e deixar essa operação mais suave.

4. Suporte a Linguagens de Programação

Então, você precisa escrever códigos em C, C ++, CSS, Java, JavaScript, HTML, PHP, Perl, Python ou Ruby? Todas essas linguagens e muitas outras tem suporte para Linux, tornando o desenvolvimento muito mais descomplicado e eficaz.

Existem alguns obstáculos como o Visual Basic que funciona apenas no Windows, porém nada que não possa ser contornado.

Portanto, de modo geral uma linguagem de programação não está presa a único sistema operacional.

5. Comunidade Gigante

O Linux possui uma grande comunidade e com isso você não se sentir desamparado quando sentir alguma dificuldade ou ter algum problema dentro do sistema operacional.

A infinidade de fóruns para tirar dúvidas em todos os idiomas é um ponto forte para quem trabalha com o sistema operacional.

E por ser open source (código aberto) existe um feeling em sempre ajudar o usuário Linux. Então, fique tranquilo que você provavelmente já tem a resposta do seu problema publicado na internet.

6. Variedade de Scripts Bash

O poder dos scripts bash. Você pode colocar comandos juntos para criar combinações mais complexas e efiencientes. 

Portanto, entenda esse exemplo: uma pessoa que gerencia uma lista de e-mails pode criar um script que iria mesclar as listas de assinantes, extrair os endereços de e-mail, remover duplicatas e adicionar a formatação mais correta para que o resultado possa ser lido por outros programas. Sem dúvida, é melhor do que fazer tudo isso à mão.

Leia também: 7 Motivos para você se tornar um Programador PHP

7. Código Aberto ou Open Source

O Linux ser de código aberto significa que qualquer pessoa pode editar o código fonte sem qualquer restrição.

Dessa forma, com o profissional certo, empresas e governos podem usar o código aberto do Linux para criar o seu próprio sistema operacional e desfrutar dos benefícios citados acima para si.

Portanto, em nível de desenvolvimento, o programador que tem acesso completo ao seu sistema, ele tem o poder de domina-lo e não ser restringido por um sistema operacional.

Conclusão

Que o linux é o melhor sistema operacional para programar, isso não resta duvida e esse artigo mostra isso.

O próximo passo é escolher a melhor distribuição (distro) Linux para programar, para isso vou indicar outro artigo que deve ser lido por você: As 10 Melhores Distro Linux para Programadores

Curso Completo de Programação
Conteúdo em vídeo desse artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *